www.100Atalhos.com  Saber mais sobre: PEDESTRIANISMO | MONTANHISMO | BTT | CANOAGEM

  DOWNLOADS  ::  LINKS

AS CAMINHADAS

As Caminhadas »»

O BTT E OS TRILHOS

O BTT e os Trilhos

OUTRAS AVENTURAS

Outras Aventuras...

SOBRE O GRUPO

O Grupo...

Site ...

» Def. como HomePage
» Adic. aos Favoritos
» Abertura: 07/02/05
 

Produzido por:

Nº de Visitas:

[ 1158118 ]

 

Caminhadas / Percursos Pedestres                                                    «« Voltar 

 Loriga - Maciço Central - Penha do Gato (Serra da Estrela)                      Data: 12-02-2012


www.100atalhos.com » Grupo Aventura 100atalhos Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar!
Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar!
Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar!

 VÍDEO

       

 

TRACK GPS

MAPA

PERFIL ALTITUDES

Download

Visualizar

Visualizar

» Nº de Downloads: 996

   

 
 


O ponto de partida deste percurso é na Vila de Loriga. Esta vila pertence ao concelho de Seia e encontra-se situada na parte sudoeste da Serra da Estrela.

A Serra da Estrela reclama para si o título da mais alta serra de Portugal Continental e com toda a razão. Os vales glaciares são enormes, as escarpas mais ainda, os covões são planaltos de grande dimensão. Impressionante, é a melhor forma de a adjectivar. A melhor maneira de apreciarmos essa beleza ora deslumbrante ora agreste é realizando uma caminhada. O vale de Loriga foi o leito de um antigo glaciar que ai deixou vivamente marcadas as suas garras durante o longo dos anos.

Com vários graus negativos, muito vento, e com mais de 1200m de desnível, lá iniciámos esta subida pela 2ª vez. Grande parte do percurso percorre-se com facilidade em contraste com a semi-escalada obrigatória em determinadas passagens. As paisagens são obviamente soberbas, ou melhor, impressionantes. Os primeiros 4 km são feitos com facilidade, primeiro em estrada de terra, depois em trilho de terra e pedras, no entanto, é sempre a subir. Chegámos ao Covão da Areia já a 1500m de altitude e apanhámos tudo congelado, onde era possível até caminhar em cima do gelo dos pequenos lagos e charcos que se formam naquele local. De seguida apanha-se uma subida íngreme com toques de escalada para o Covão da Nave, com 500 m de comprimento no fim deste, mais uma subida idêntica à última para atingir o cimo da barragem. De seguida continuamos o trilho até alcançarmos a estrada, na qual seguimos até próximo da “Penha do Gato”, local aonde tínhamos os carros à nossa espera.

 

. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

..:: © 100atalhos.com | Optimizado para Internet Explorer | Webmaster: Luís Veloso ::..